AABB Comunidade e famílias unidos em prol da educação e desenvolvimento dos alunos

7 janeiro 2020
Categoria
Notícias
Comentários  0

Em sua premissa, o AABB Comunidade tem a missão de integrar os pilares: família, escola e comunidade. Afinal, tal elo impacta a rotina de mais de 30 mil educandos espalhados em dezenas de municípios brasileiros. Sabemos que a inclusão com as famílias é um grande desafio para os gestores da educação, mas, se vencido, os resultados conquistados podem ser notórios e refletirem em muitos campos do desenvolvimento dos alunos, como o comportamental e de aprendizagem.

Como ponto de partida, o ideal é que o Programa se mostre de portas abertas e disponível para integrar a todos com respeito, empatia e muito amor, mesmo diante de diferentes realidades e ambientações vivenciadas pelos educandos. Sabemos que acolher é uma grande qualidade do trabalho abebeano. Assim, as famílias irão se sentir amadas e valorizadas.

Agendar uma reunião com pais e responsáveis é uma boa alternativa para esse trabalho de fortalecimento de vínculos, para ambos os lados se conhecerem, dividirem experiências e definirem as peculiaridades do trabalho a serem desenvolvidos conforme demanda cada aluno.

A realização de visitas nas residências dos educandos é outro caminho. Nada melhor para conhecer a vida da garotada do que se aproximar de sua estrutura familiar, para identificar possíveis conflitos a serem elucidados. Pautado na humanização e trabalho com enfoque nas individualidades das crianças e adolescentes atendidas, o AABB Comunidade Araxá (MG) realiza a ação denominada ‘momento em família’. A iniciativa envolve nove Educadores responsáveis por visitar seis residências (cada). A Coordenadora Pedagógica, Leda Amorim, explica que conhece os lares dos novos alunos.  “Esta atividade é de suma importância, uma vez que o educando é analisado de maneira completa, além dos muros do AABB Comunidade. Desta forma, a equipe saberá como trabalhar, conforme as suas necessidades educacionais e psicológicas”. Ela ainda complementa que, com a prática, a evasão foi reduzida e a frequência teve um aumento considerável.

No Programa em Timbaúba/Camutanga (PE), para fortalecer este trabalho, foram criadas estratégias para resgatar as famílias, como exemplifica o Coordenador Pedagógico, Luiz Fábio Targino Gomes: “ao longo deste ano, realizamos ações como cursos de capacitação voltados para as mães, que abrangeram a confecção de artesanatos em EVA e gesso; palestra sobre saúde da mulher, em alusão à Campanha Outubro Rosa; participação dos familiares em festas temáticas e eventos culturais. Além disso, mensalmente, os Educadores visitam as residências para conversar com pais e responsáveis como forma de demonstrar o cuidado com a frequência escolar, saúde física e psicológica dos alunos”, disse. Ele ainda acrescenta que buscar esta aproximação não é tarefa fácil, requer dedicação e interesse do Programa. Mas, segundo ele, os ganhos são incalculáveis e perceptíveis, e servem como uma demonstração da disponibilidade do Programa em estar com os ouvidos atentos a compreender a vida de cada uma das centenas de crianças e adolescentes atendidas.

O Programa em Três Lagoas (MS) também está engajado neste estreitamento de laços. A Coordenadora Pedagógica, Evalda Reis, explica que o respeito é o princípio de todo o trabalho desenvolvido. “Anualmente, realizamos o nosso maior evento com o envolvimento de adultos e crianças, que é o ‘Encontro da Família’, onde programamos um dia de lazer para pais e filhos desfrutarem de atividades voltadas para saúde, cidadania, educação, torneios esportivos. Além disso, estamos sempre acompanhando o desenvolvimento de nossos educandos, pedimos o boletim escolar e, quando necessário, agendamos reunião com os responsáveis para poder ajudar o aluno a ter melhores notas e muito sucesso”, contou. A abebeana fala que o educando ama ter o núcleo familiar envolvido nas atividades do Programa. “Todo o empenho é pelo amor às crianças, a fim de que elas se tornem adultos independentes e felizes”, finalizou.

Fonte: Gestão Escolar  

 

ESPECIALISTA COMENTA

“A construção de laços entre a escola e a família é essencial, principalmente nos dias atuais, onde essa responsabilidade é compartilhada. São nelas que se formam os primeiros grupos sociais dos quais os alunos fazem parte. Nesse sentido, a educação possui um caráter formal e socializador, e tanto a família como a escola são essenciais nesse processo. Quando essa parceria acontece os dois lados ganham.

Geralmente a presença dos pais no cotidiano da criança faz com que ela perceba a importância da educação e se sinta mais motivada a melhorar o seu desempenho escolar. É necessário trazer as famílias para dentro da escola, pois ambas têm responsabilidades específicas e precisam fazer sua parte para que, juntas, atinjam o objetivo principal, que é de educar crianças que estão em formação e desenvolvimento e, assim, garantir um futuro melhor para nossas crianças.

Digo que os pais educam e a escola verifica se as crianças estão colocando em prática o que aprenderam com a família. Qual é o pai que não quer ver seu filho se desenvolvendo bem? Todos querem e, muitas vezes, não acertam por falta dessa parceria. Juntas as instituições se fortalecem! ”

 

Gizela Maria Valéria
Profissional na área da Educação há 33 anos.
Licenciada em Pedagogia, com habilitação em Orientação Educacional.
Atualmente, exerce a função de Orientadora Educacional.

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook

Desenvolvido por Craque Comunicação