AABB Comunidade Poções: abrindo portas para o mercado

AABB Comunidade Poções: abrindo portas para o mercado

Nesses 30 anos de AABB Comunidade, crianças e adolescentes têm a oportunidade de conhecer um novo universo, mais colorido e divertido, com a participação em atividades lúdicas voltadas para a complementação educacional, lazer, cultura. De Norte a Sul, os projetos sociais são ambientes para a valorização de sonhos e, muitas vezes, celeiros para a revelação de talentos. Além disso, pode ser um trampolim para a inserção de educandos no mercado, como é o exemplo, do Programa em Poções (BA).

A seguir, confira alguns desses casos:

Erisvan Pereira, 25 anos. Participou das aulas do AABB Comunidade ao longo de 10 anos. Hoje, ele trabalha como porteiro do clube. “Graças a Deus o Programa mudou muitas coisas em minha vida. Aprendi valores que levarei em toda a minha trajetória. Quando criança, conversava com a educadora Rosalina Palladino, a qual tenho como segunda mãe, sobre o sonho de trabalhar na AABB quando crescesse. E aconteceu. Com a maioridade, através do projeto, oportunidades de emprego vieram. E, satisfatoriamente, hoje posso compartilhar com as crianças a gratidão que tenho pelo AABB Comunidade e isso me faz muito feliz. Posso dizer que devo ao Programa a pessoa que sou hoje”, comentou.

Cleiton Borba Reis, 20 anos. Como educador social, o jovem compartilha com os educandos o seu amor pela dança de rua através das aulas de hip hop. “Frequentei as aulas do AABB Comunidade por três anos e foi uma experiência muito diferente, momento em que despertou o meu amor pela dança. Eu não queria praticar as atividades esportivas, tinha preferência pelo hip hop. E receber o convite para integrar a equipe dos educadores, fazendo o que mais amo, foi realmente gratificante. Não vejo como trabalho e sim como diversão com os educandos. Além disso, a integração com as famílias é muito proveitosa. Foi na AABB que descobri aquilo que era possível para mim… e fui à luta”, declarou.

Polyana dos Santos Silva, 23 anos. Ensinar para as meninas os movimentos leves e coordenados da dança clássica e moderna. “O Programa foi um divisor de águas na minha vida. Através das aulas, dos professores e todo o carinho que recebi, não seria essa pessoa, com esta formação como cidadã. Ao longo dos seis anos que participei do projeto social, consegui revelar o meu amor pela dança. E hoje, participar como educadora é uma alegria imensa”, disse.

“Esperamos que exemplos como o de Erisvan, Cleiton e Polyana continuem sendo multiplicados por todas as AABBs do país, e que as ações de responsabilidade social como o Programa sejam seguidas e copiadas por outras instituições Brasil afora”, pontuou a coordenadora Rosalina Palladino dos Santos.

SCN - Edifício Number One - 10º Andar Brasília - DF - CEP: 70.711-900 Telefone: 0800.642.2888
SDS - Edifício Boulevard Center - 3º Andar Brasília - DF - CEP: 70.391-900 Telefone: 0800.726.5661