Trabalho voluntário faz diferença em Itaberaí (GO)

14.03.2012
Envolver comunidade, escola e família em ações que visam o crescimento com a perspectiva de integração solidária é um dos focos do AABB Comunidade Itaberaí (GO). Atendendo a 120 educandos, o Programa se destaca pelo engajamento da comunidade local que, sempre quando possível, realiza trabalhos voluntários nas dependências da Associação. Entre as muitas ações frutos da parceria, como o Projeto Pipas, Memória do Banco do Brasil e oficinas em geral, uma fez a diferença para o Programa: o Projeto Entrelaçar.
 
Realizado no dia 26 de janeiro, o Projeto Entrelaçar reuniu cerca de 40 bordadeiras da cidade para personalizar os kits de higiene pessoal dos educandos. A ação ocorreu na própria AABB e, na ocasião, foram apresentados vídeos das atividades promovidas durante todo o ano pelo Programa. Para finalizar o dia com uma confraternização, foi servido um pequeno lanche às bordadeiras voluntárias. Segundo Berenice Maria Lagares, coordenadora do AABB Comunidade, a ação só foi possível graças ao apoio da comunidade local.
 
“Fizemos todo o planejamento do Projeto e saímos de rua em rua para ver se conseguíamos convencer algumas mulheres para nos ajudar. A grande surpresa foi que, como os moradores são muito engajados, nem precisamos convencer a ninguém, pois as mulheres se voluntariaram espontaneamente”, explica. A ação também contou com a ajuda da Prefeitura Municipal, em especial, da subsecretária regional da Educação, Maria do Socorro.
 
“Conheço o Programa há 10 anos, e o vejo como muito especial para Itaberaí. O AABB Comunidade dá continuidade à educação que as crianças aprendem dos pais em casa e na escola, e, a partir disso, complementamos o cotidiano do educando trabalhando sempre munidos de políticas públicas educacionais para tirar as crianças das ruas e, além disso, instruir e educar com excelência”, ressaltou a subsecretária.
 
De acordo com Berenice, a ajuda voluntária e a parceria com a Prefeitura faz grande diferença no Programa, e a expectativa para esse ano é a melhor possível. “Conseguimos aumentar a frequência das crianças justamente pelo fato das oficinas oferecerem outras atividades complementares. Para este ano, esperamos aumentar ainda mais a atuação da comunidade junto aos educandos, pois acreditamos que a integração e a força de vontade pela mudança são fatores que fazem a diferença”, concluiu.
 
Veja as fotos:
 
  a.jpg  b.jpg
 
  c.jpg  d.jpg
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Facebook

Desenvolvido por Craque Comunicação